Em janeiro de 1904 foi criado o Museu Histórico da BPP por Baldomero Trapaga Y Zorrilla. Mais adiante, a parte bibliográfica seria incorporada ao acervo geral. Em 1933, o Museu ganhou novo vigor com a chegada de Henrique Carlos de Mores, que assumiu até 1980. Mores deu novo dinamismo ao Museu. Revitalizado em 2003, valoriza as peças de maior significado histórico, como o lenço Farroupilha, o sinete da república riograndense entre outros objetos que contam a história da região Sul.

Atualmente o Museu Histórico atende cerca de 09 mil pessoas ao ano e conta com uma diversa agenda de exposições e eventos como: I Semana Indígena, Primavera dos Museus, Dia do Patrimônio, Semana das crianças com exposição dos Trabalhos das crianças do Caps Infantil, Outubro Rosa, Feira do Livro e Semana da Consciência Negra.

  1. Lúcia!!!Só no museu da biblioteca para nos reencontrarmos kkk Não estás no desfile da parada da juventude? Aquela foto é…

  2. Lindo trabalho ,sou Pelotence mas resido em Camaquã desde 1972,lindas recordações, vivi tudo isso apresentado nessa coletânea, amo minha cidade,doces…

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *