• Exposição Virtual Demoda – Dandara Oliveira

  • Voltar
 por 

Biografia da artista…

Sou profissional do segmento de moda, e educacional, com sólida experiência no segmento administrativo, e em moda, apoie no curso que fiz, a realização de exposições, com criação de planilhas de orçamento, e com criatividade e habilidade, promovi profissionais para o meu ensaio fotográfico, desde o figurino até a escolha de acessórios, coreográfia, de forma a tornar todo o fluxo operacional com requinte, qualidade, garantindo o bom procedimento de técnicas, visando a eficácia do evento.

Dandara Oliveira

Processo de Criação da Revista Van…

Em sua segunda edição, a “Revista Van”, nasce do anseio coletivo de populares que moram em locais esquecidos, como a baixada. A mesma é uma produção independente. Que só existe pelo esforço de professores e alunos do IFRJ/BEL. E é nesta edição que eu e meus colegas de turma tentamos abordar os mais diversos e “sofríveis futuros”. E falando nessa conexão (centro – baixada) que eu entrei “crua” sem saber que rumo eu iria seguir. Até porque eu nunca tinha feito um editorial, quiçá uma revista.
Nossa primeira seção de fotos foi um estrago, pois eu tinha proposto a ser a modelo (mesmo não sendo). E depois disso, ainda não tínhamos um conceito para abordar o “futuro” em nosso editorial. Foi a partir de conversas e a escolha de uma modelo profissional que o tema começou a sair. Chamamos duas pessoas que contribuíram com a Produção e a fotografia e daí então surgiu o tema “Mar de Plástico”. Entre tantos futuros incertos, o que sabemos é que não dá mais para falar do uso do plástico, principalmente, o descarte no mar só por falar ou agir hipocritamente. Tem que haver ação diária. Mudança de hábitos. E é através da fotografia de moda que eu e meu grupo resolvemos abordar esse tema para que não passe desapercebido. Sou e continuo sendo estudante e mesmo terminando o curso, estou lutando da forma que eu posso para que esse trabalho não acabe e não fique apenas guardado na gaveta.

Mar de Plástico

Título: Mar de Plástico
Série: Sufocamento
Técnica: Fotografia em Papel Matte.
Dimensão: Tamanho A4 (21×29,7 cm)
Descrição: O plástico se acumula no oceano desde os anos de 1960.
Os indivíduos são responsabilizados e as indústrias não mudam seus hábitos. O ecossistema colapsa. Como protagonista, o plástico compõe uma estética kitch que beira o horror.

O Grito da Liberdade ..

Quando a natureza e seus elementos como o Mar – estão pedindo socorro, o homem não tem outra opção à não ser a de gritar. A performance da modelo nessa ocasião é mais intimidadora porque mostra que se nas águas não há possiblidade de haver vida, a vida humana também não faz nenhum sentido.

“Sufocada”…

A extinção da espécie humana é algo tão perto de acontecer que nem é noticiado.
Enquanto, os seres marinhos morrem por engolirem plástico e microplásticos, o homem em sua cartada final tenta dar um novo uso aquilo que o tanto sufoca – “O plástico” – e o mesmo que vem “matando” à natureza, passa também definir o fim da espécie humana, pois quanto mais sujos estiverem mares e rios, sufocante será a existência do homem na terra.

“O mar azul”

Haverá sempre uma esperança na humanidade. E haverá sempre uma nova chance. Mas e para à natureza? Haverá uma segunda chance? A resposta é que nem tudo na natureza se regenera… O mar e sua plenitude carrega e leva tudo de bom e de ruim que pode vir a existir nele.
Sempre azul. Cheio de beleza e vida, ele carrega a esperança em um futuro em que os seres vivos e a humanidade voltem a ser um só. E que o homem não tenha mais que sujar e degradar por ambição o que a natureza deu a ele de graça.

“Rainha do Mar”

Onde na concepção e na razão humana o homem é dono de tudo. No mar, o homem não possui esse poder. Pois, a rainha das águas é quem rege e doma o seu território. Mesmo com toda devastação causada por obra humana, a rainha do mar não deixa de contemplar o homem com suas ondas, de proteção e beleza. A performance da modelo é delicada, ao se fazer dormir em meio as conchas, e contemplativa aos olhares de quem vê.

O Mar de Plástico nasceu do tema integrador chamado “Futuro”. Ele foi um trabalho de conclusão do curso técnico de Produção de Moda no Instituto Federal de Belford Roxo, e nele foi construída a Revista Van que é uma revista semestral produzida pelos alunos do curso de editoriais e mentorada por Lara Ovídio. A mediadora e avaliadora do curso é a professora Lara Ovídio. Formamos um grupo e o denominamos como “Desbravadoras da Baixada”.
Participaram deste ensaio os seguintes integrantes:
Modelo: Ana Carolina Canuto
Fotografia: Wladimyr Rollemberg e Simone Nunes
Produção: Dandara Oliveira, Eliana Antônio, Larissa Fernandes
Assistência de Produção: Wladimyr Rollemberg
Stylling: Elisabeth Rodrigues
Maquiagem: Thayná Oliveira

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *