• Perfomance “Flor de Papel”

  • Voltar
 por 

A performance “Flor de Papel”, criada pela artista e arqueóloga Violet Baudelaire, foi realizada no dia 17 de agosto de 2019, na Esplanada do Theatro Sete de Abril, situada na Praça Coronel Pedro Osório em Pelotas/RS, data que compreendeu as comemorações do Dia do Patrimônio na cidade. Esta performance buscou provocar reflexões e debates acerca dos patrimônios materiais de Pelotas e suas narrativas, contando as histórias das pessoas e dos patrimônios que foram esquecidos e invisibilizados por uma história convencional, cisgênera, heterossexista, branca e burguesa. “Flor de Papel” evidencia as histórias de vida de mulheres que viveram às margens da cidade de Pelotas no início do século XX, se submetendo à prostituição em função de uma sociedade machista, transfóbica e racista, e cujas paisagens, corpos e patrimônios foram varridos para o esquecimento enquanto a hipocrisia triunfava. Este trabalho é fruto de uma pesquisa arqueológica que foi realizada no âmbito do projeto de extensão Mapeando a Noite do GEEUR – Grupo de Estudos Etnográficos Urbanos da UFPEL, em parceria com o Liber Studium – Laboratório de Arqueologia do Capitalismo da FURG.
Produção do vídeo: Vanessa Avila Costa e Violet Alex Baudelaire

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *